passando filtro solarO filtro solar é um item básico, necessário e importante na prevenção de doenças como as manchas solares, o câncer de pele e o envelhecimento precoce de pele causado por radiações ultravioleta.

Criado em 1938 por um químico suíço, testado experimentalmente em 1944 por um farmacêutico e sendo aperfeiçoado ao longo do tempo, o protetor solar chegou as prateleiras brasileiras em 1984 pela marca Sundown.

A visão estética sobre o aspecto saudável da pele tornou-se principal motivo da busca por conselhos de dermatologistas sobre proteção solar. Pelo mesmo fato de existirem pessoas que se preocupam com os efeitos nocivos causados pelos raios solares, existem as que por descuido ou por algum outro motivo, não atentam para os perigos que correm ao se expor de maneira inadequada ao sol.

Atualmente, nota-se uma maior preocupação com o aumento do nível de efeitos climáticos e solares sobre o homem e, para intensificar a proteção de sua pele contra esses danos, vários produtos cosméticos já apresentam uma porcentagem de filtro solar adicionada à sua composição. A quantidade de empresas especializadas cresce à medida que novas necessidades surgem, como os casos de pessoas alérgicas.

Inovações tecnológicas como a produção de tecidos e acessórios com protetor solar aumentaram as possibilidades de proteção efetiva da pele.

A dosagem do produto aplicada ao corpo, durabilidade, efetividade (FPS) e modo de aplicação influenciam diretamente nos seus índices de proteção. Confira informações sobre as características do filtro solar e a maneira correta de aplicá-lo.

FPS/UVB/UVA

FPS significa fator de proteção solar que, ao ser testado no laboratório, indica e classifica a efetividade do filtro, medindo o tempo que uma pessoa pode ficar exposta ao sol, sem se queimar. Eles medem a proteção contra os raios UVB que agridem a pele causando o vermelhidão, o que não ocorre com os UVA.

Presente em todos os filtros solares, o FPS aumenta o tempo de acordo com a numeração determinada nos rótulos que vai de 2 a 60. Ou seja, se o FPS for 15, ocorre o aumento de tempo em 15 vezes. Se a sua pele leva 10 minutos para se queimar, com o uso do filtro este tempo vai para 150 minutos, ou seja, 2 horas e 30 minutos. Pode-se concluir que, quanto maior o FPS, menores serão as frequências de reaplicações.O FPS é determinado da seguinte maneira: aplica-se o filtro em alguns voluntários no laboratório e observa-se, in vitro, quanto tempo leva para que a pele exposta à luz artificial sofra queimaduras. Este teste é requisitado pela Food and Drug Administration (FDA).

A diferença básica entre filtro solar, bloqueador e bronzeador está diretamente relacionada com as numerações de FPS. Quanto maior for a numeração, maior o espectro de proteção. Se o índice for baixo, menor de 15, ele será um bronzeador pois não protege contra a radiação solar e é indicado para peles pouco sensíveis, não recomendado para pessoas de pele clara.

Se estiver entre 15 e 20 será classificado como filtro, os mais vendidos e indicados para peles normais, bronzeando gradualmente e de efeito duradouro. De 20 pra cima é considerado bloqueador, pois é mais ativo e altamente aconselhável à pessoas de pele sensível.

Existe uma variação mínima entre o bloqueio de raios de um fator e outro, mas são importantes e bastante consideráveis no que remete à proteção. O FPS 15 por exemplo, bloqueia 93,3% e o FPS 30 bloqueia 96,7%.