chápeu solarO Brasil é um país pertencente à região tropical e um dos mais atingidos pelos raios solares, logo, os cuidados com a pele não devem ser poucos.

  • Antes da exposição solar, hidratar a pele com produtos à base de pantenol e ureia;
  • Quando for se bronzear, não esqueça do filtro solar. Ele prolonga o efeito do bronzeado, evita queimaduras e consequentemente não deixa a pele “descascar”. A conquista de uma pele mais morena não acontece em um único dia, pois isso ocorre gradualmente após 48h da primeira exposição;
  • Os horários antes das 10h e depois das 16h são os mais adequados para se tomar sol. Fora desse período, a radiação UVB causa queimadura solar, vermelhidão, bolhas e descamação da pele e é mais intensa. Deve-se frisar que se expor ao sol no horário adequado não isenta o uso do protetor solar;
  • Alternar as posições do corpo que se expõe ao sol;
  • A brisa pode até oferecer uma sensação refrescante, mas o mormaço pode gerar queimaduras. Na sombra, a proteção aos efeitos nocivos do sol é parcial, pois a radiação UVA ainda está presente, podendo causar manchas, rugas finas e profundas e elasticidade da pele;
  • É necessário proteger o corpo usando itens como: camisa de manga longa e chapéus (FPS 8 e 12), bonés, viseiras, óculos escuros e barracas de sol com tecido espesso. Os chapéus são importantes protetores do couro cabeludo principalmente na prática de atividades físicas;
  • As camisetas molhadas e tecidos porosos permitem a passagem de raios ultravioletas, portanto, é importante o cuidado na hora de se expor ao sol com as roupas nessas condições;
  • Optar pelo uso de guarda-sol com tecido de algodão, compacto, forrado e de cor clara. Os fabricados com cor escura absorvem a radiação e o calor do sol. Os de nylon fino produzem sombra, mas não protegem das radiações. A proteção oferecida na escolha dos tecidos influencia bastante, pois esse quesito depende da fibra, densidade e cor;
  • No verão, deve-se aplicar o filtro nas áreas cobertas pela roupa. Essa proteção é necessária, pois neste período a radiação é mais intensa e torna-se capaz de penetrar em tecidos finos de cor clara. Uma malha branca seca é capaz de gerar uma proteção pequena entre FPS 5 e 8;
  • Não utilizar perfumes e descolorantes durante a exposição solar. Tais produtos promovem queimaduras e podem aumentar os riscos de alergia;
  • O uso de protetor sob a maquiagem é altamente recomendável. Mas antes, é preciso fazer a limpeza do rosto, aplicar o filtro, aguardar a absorção do produto e aí sim, aplicar a maquiagem;
  • Alguns cosméticos como o batom já fornecem alguma proteção, por terem agentes refletores de radiação solar em seus componentes. Aconselha-se o uso de protetor solar labial FPS 15 para pessoas que possuam sensibilidade nos lábios. Além da proteção, a maioria possui manteiga de karité, causando menor ressecamento e maior hidratação. Quando necessário reaplique o produto;
  • Tomar cuidado com o consumo de alguns medicamentos que contenham ácido acetil-salicílico, como a aspirina por exemplo, pois estes em combinação com o protetor solar e sol podem causar alergias.

No pós-sol aconselha-se seguir alguns procedimentos como:

  • Aplicar um bom hidratante ou então, em caso de ardência ou queimaduras de grau leve, aplicar uma loção específica pós-sol, que geralmente contém substâncias calmantes como aloe vera que aliviam os desconfortos;
  • Beba bastante água para hidratar a pele;
  • Consuma alimentos ricos em vitamina C como: acerola, limão, kiwi e laranja, pois estes ajudam a combater os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento da pele;
  • Jamais utilize filtros ou bronzeadores caseiros. Eles contém substâncias não comprovadas pelos cientistas e ainda podem causar alergias ou fortes queimaduras. Sempre busque a orientação de um médico na compra do seu protetor solar;
  • Especialistas recomendam uma caminhada de 15 minutos pela manhã ou pela tarde, por dia, dentro do horário recomendado, para sintetização da vitamina D no organismo através da exposição ao sol;
  • Por todo o ano, em dias nublados ou encobertos, em funções e atividades comuns como dirigir, passear no parque e cuidar de jardim, estamos sujeitos à exposição dos raios solares. Portanto, passar o creme protetor deve virar um costume diário em nossas vidas. Ao proteger a pele, estamos protegendo a beleza e principalmente a saúde.
  • Alguns profissionais como carteiros, garis e trabalhadores de obras deveriam por lei, receber gratuitamente o filtro solar como um item de segurança quando forem trabalhar expostos ao sol.
  • Além da pele, os olhos também merecem atenção quando expostos à radiação. Recomenda-se o uso do óculos de sol.